Sociedade

Casa de Mateus inaugura exposição que assinala os 300 anos de D.Luís António e D.Leonor

Casa de Mateus

No Dia Internacional dos Museus e Sítios, segunda-feira, 18 de abril, às 18h00, a Fundação da Casa de Mateus inaugura a exposição “Mateus/São Paulo: D.Luís António e D. Leonor, 300 anos”. Uma exposição com objetos, ilustrações, mapas e documentos, que conta a história de vida e o percurso do 4º Morgado de Mateus – o primeiro membro da família a projetar-se como estadista, ao assumir o posto de Governador e Capitão-General de São Paulo por nomeação do Marquês de Pombal – e de sua mulher D. Leonor, uma das mais determinadas protagonistas da história da Casa de Mateus. A exposição estará patente ao público a partir do dia 18 de abril até 18 de junho.

Logo de seguida, pelas 19h00, a blablaLab apresenta a leitura-performance 100/450 – A (im)possibilidade de ser. António Fonseca, acompanhado de outros cinco leitores e do cravista Ricardo Bernardes, assinala a coincidência entre o centenário da publicação de l’Histoire du Portugal par Coeur, por Almada Negreiros, e a celebração dos 450 anos da primeira edição de Os Lusíadas, de Luís de Camões. Para além destes dois textos, repletos de surpresas e ironias históricas, António Fonseca misturará na sua leitura/performance excertos das cartas trocadas entre D. Luís António e D.Leonor, durante os 10 anos em que D. Luís António esteve ausente de Portugal.

A Fundação Casa de Mateus tem como principais objetivos garantir a persistência no tempo de um Património e partilhar a Memória que a Casa de Mateus, em Vila Real, corporiza e simboliza.

Artigos Relacionados

Veja Também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Por favor desative o Ad Blocker neste site