Ilustres

ANTÓNIO, Domingos

Nasceu em Casas de Monforte, concelho de Chaves, freguesia de Águas Frias, em 10.7.1710. Entrou na Companhia de Jesus, em Évora, em 2.5.1729. Em 1731 embarcou para a Vice-Província do Maranhão e Pará, onde foi missionário da Aldeia de S. José do Papajós, Procurador das Missões e Reitor do Colégio do Pará. Foi desterrado com outros religiosos Jesuítas e Franciscanos, na nau “Nossa Senhora da Atalaia”. Essa nau saiu do Pará em 28.11.1757 e foi encarcerado no Mosteiro de Pedroso, de onde passou para os cárceres de Almeida e S. Julião da Barra, até 1777, data em que se restauraram as liberdades cívicas portuguesas. Em 1780 vivia em Lisboa e desempenhava a função de cronista, aumentando e corrigindo o livro: Relação de algumas cousas, do P. Lourenço Kaulen. Nessa altura tinha ele 70 anos de idade. Escreveu vários livros: Suspeição do Reverendo Padre Reitor do Colégio aos Senhores Deputados da Junta das Missões do Pará, 21 de Maio de 1757. Carta ao Governador do Pará Francisco Xavier de Mendonça Furtado; Rythmus oblatus Patribus laponensibus et Sinensibus in eorum adventu ad Carceres lulianeos a R. P. Dom António Rect. Paraensi (1764).

Artigos Relacionados

Veja Também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Por favor desative o Ad Blocker neste site